top of page
entrada2.png

às margens da educação

                   são paulo, brasil               pesquisa              2019

trabalho final de graduação (tfg)  apresentado à faculdade de arquitetura e urbanismo da universidade de são paulo (fau-usp), em dezembro/2019 sob orientação da profa. dra. karina leitão.

o trabalho parte da pergunta “qual o espaço da educação?”, buscando respostas por dois caminhos - o processo histórico paulista de produção do espaço educativo e a experimentação. propõe-se assim a uma análise da produção escolar na cidade de são paulo, compreendendo a relação dessas escolas com o bairro e a cidade, ao passo que analisa a questão a partir da narrativa construída de sujeitos da ilha do bororé, espaço localizado ao sul do grajaú, são paulo, brasil, às margens da represa billings. com grande inserção na comunidade e participação desta no processo educativo, a escola adrião bernardes, escola estadual localizada na ilha, é ponto de partida do projeto. Ao fim, a partir das histórias que do bororé emergem e dos anseios de seus habitantes, o espaço educativo é observado a partir dos elementos “a escola, a rua, a praça”.

orientação karina leitão

fotos por sofia tomic

revisão de texto por pedro lang

para ver mais:

bottom of page